O desabafo da mágoa

Image

(Via Google)

Talvez um texto sem sentido algum, após o filme 500 dias com ela, faça me sentir mais crente que dê tudo que acontece em nossas vidas SEMPRE tem um porque.

Depois de dias incessantes de perguntas que só a si mesmo lhe cabe, chega a hora de rever todos os dias que se passaram juntos. São exatamente nesses dias de escuridão que fará com que claridade virá após certos questionamentos. E mesmo que esses dias custem a passar, sim minha gente, eles passam.

Por mais estranho que possa parecer, não é só de amor que as coisas dão certo. Ouvir isso e entender que ele é somente um complemento é doloroso demais, mas um aprendizado e tanto. Aprendizado esse que trouxe consigo tantos outros, mas o que se enfatizou mesmo foi exatamente a teoria de que “amor não é tudo” me derrubasse do meu cavalo branco e desistisse do príncipe encantado. E pasmem, eu acreditava plenamente nisso.

Existem mulheres nessa vida que não desejam romances sórdidos com pitada de romantismo, com relacionamentos que só amor faz dar certo, que ame pelo simples fato de amar sem olhar seus defeitos e comercial de margarina todos os dias de suas vidas? Existe sim senhor, e essas.. Ah essas mulheres, eu tiro meu chapéu, tiro minha admiração e um pouco da minha inveja, porque são essas que sem grandes expectativas e mais racionais é que vivem engajados relacionamentos.

Entender como o ser humano é diferente de nós, de como agem com atitudes que ao nosso ver são tão errôneas, nos mostra se é que existe o certo e o errado. Talvez inconscientemente desejamos pessoas como nós. Com nossas atitudes, com nossas tomadas de decisões e com as nossas certezas, mesmo ela não existindo.  São dessas mesmas atitudes tão diferentes das minhas que busco entendimento de porque pessoas não agiram da forma que eu achava que deveriam agir. Do meu jeito, da minha forma de falar e pensar. Sempre quis as coisas do meu jeito, e não há defeito maior que esse.

E mesmo entendendo tudo isso, existe uma única coisa que não consigo ~e não quero~ tirar da cabeça  é a forma que penso sobre como as pessoas devem se doar a seus relacionamentos. Especificamente na questão da conversa. Essa será minha cobrança para todo o sempre, de que as coisas podem dar certo quando existe assuntos que mesmo individuais devem ser tratado a dois abertamente.

Quando pega de surpresa, a dor é mais doída. E me entristece que ao redor todos têm exemplos prontos que isso acontecerá dessa forma e que tal pessoa agirá assim porque o outro agiu também.

O mais engraçado ou assustador é a forma que diante de tanta coisa que aconteceu nos últimos dias eu tenha estado dessa forma. As pessoas só enxergam aquilo que elas querem ver, e também me incluo nessa. Me ver “bem” também tem sido assustador. Temos tendência a sofrer demais e quando isso não acontece sempre, dá medo. Pelo menos pra mim…

Tem sido difícil falar “eu” quando por anos sempre foi “nós”.  E o motivo não cabe dizer… Somente duas pessoas que conviveram juntas é que entende o que faz falta e do que não se sente a minima saudade.

E mesmo que pareça clichê, o importante é a forma que buscaremos para que as coisas deem certo. E não há coisa mais grafiticamente quando tudo no final se resolve. Mesmo que para que isso aconteça tenhamos que passar por alguns caminhos dolorosos, obscuros e que nos faça se sentir inseguros. No final, tudo se acerta e tudo se resolve. Da melhor maneira possível.

Tento habitar no coração o que por tanto tempo habitou do lado de fora. Trazer de bonito o que a vida nos deu. Lembrar de coisas boas e momentos únicos.  Sempre tem o lado bom. E que relacionamentos, sejam eles quais forem, nos ensine sempre mais, e nos traga sempre, sempre mesmo algo valioso para nossas vidas.

Por Helen Viana

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: